O Plano Interrompido

Quase 29 anos atrás, ele perdeu a vida em um acidente no Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, na Itália.

O plano interrompido era, logo após a corrida, voltar para a mansão em que morava no Algarve, em Portugal.

“A última coisa que me falou foi ‘quando começar a corrida, já vai tomar banho, porque vou sair daqui direto para o aeroporto’. Ele já estava de mala [em Ímola], de lá iria ao aeroporto e direto para o Algarve, em Portugal, onde eu estava”, lembra a apresentadora.”, Adriane Galisteu.

Ayrton Senna e Adriane Galisteu na mansão do Algarve

[Depois da morte de Ayrton Senna, a mala do piloto foi encontrada pronta em Ímola]

O que poucos sabem dessa história é que o bairro onde Ayrton Senna morava tem a cara de um condomínio fechado de alto luxo — afinal, não há casa ali à venda por menos de 3 milhões de euros.

A casa em que o brasileiro morou não ficava para trás: casa com seis quartos e sete banheiros em um terreno de 10.500 m² incluindo os jardins rebuscados e um campo de golfe privativo.

A ideia inicial de Ayrton Senna era ter “simplesmente” uma casa na Europa para usar durante as temporadas no continente. Mas o plano foi se moldando e ele acabou fazendo dali sua moradia, para onde se mudou com a namorada Adriane Galisteu, que deixou a mansão às pressas naquele 1º de maio.

Além do campo de golfe, Senna também tinha em casa uma quadra de tênis, campo de futebol e piscina aquecida com painéis solares.

Fonte: uol.com.br, 07/04/2023.

Trecho a seguir extraído do livro “Ayrton Senna, o herói revelado”:

Na véspera ligou para Jo Ramirez, pedindo que ele providenciasse um helicóptero para levá-lo, logo depois da corrida, do autódromo para o aeroporto de Bolonha, onde já pedira a Owen O’Mahony que ele estivesse a postos com o avião. Senna queria estar logo com Adriane em Portugal.

Mais informações:

Em 2004 a Família Senna organizou uma exposição sobre ele no Shopping Eldorado de SP que acredito ter sido a mais completa de todas que já fizeram. Além de todos os troféus tinha a Mclaren de 1990, a Lotus de 1987 e a Lotus de 1986. Nessa exposição estavam expostas essas duas malas, exatamente da maneira que estão na foto. Na exposição, a descrição contava que a mala de roupas estava em Imola e que o Ayrton tinha organizado ela dessa maneira para que assim que acabasse a corrida, ele pegasse o helicóptero, ele deixou, inclusive, no cabide do motorhome da Williams, uma outra calça e camisa que seriam usadas na viagem.

Deixe um comentário

👇🏾 DEIXE TODOS VEREM SUA OPINIÃO 👇🏾