Connect with us

Artigo

Mulherões da semana: sororidade, amor e uma guinada daquelas!

Uma ação de alunos da EBADE (Escola Baiana de Arte e Decoração), no abrigo Lar da Criança, em Salvador, mudou mais do que a estrutura física do espaço. O futuro de pelo menos uma das crianças acolhidas ali começou a ser desenhado pelo encantamento com o design dos móveis que chegavam para decorar os ambientes. A ação fez parte do trabalho de um grupo de mulheres que também assumiram tarefas como fornecer alimentos à instituição.

Entre essas mulheres, estava Tatiana Mandelli, empresária e fundadora da Tidelli, tradicional rede de lojas de móveis e decoração. A visão dos móveis novinhos fez com que a então menina Adriana Quintiliano desejasse, um dia, ser capaz de criar objetos assim. Hoje, aos 29 anos é modelo a acaba de se formar em design. Este, o ponto de chegada de um caminho longo e cheio de desafios que só foi possível graças a um amor de “mãe e filha”, de um tipo que vai além das convenções.

Adriana Quintiliano

“Adoção intelectual” – podemos chamar dessa forma – é o que une Adriana e Tatiana. Cheia de afeto, claro. Um roteiro de vida que, na versão de Adriana, é contado assim: “passei uma boa parte da minha vida no abrigo. Felizmente tive a oportunidade de ser adotada e no decorrer do processo, infelizmente, fui devolvida. Até hoje me pergunto porque a família fez isso comigo. Graça a Deus e ao orixás a vida colocou uma pessoa maravilhosa na minha vida: a Tati Mandelli. Quando a conheci estava entrando na adolescência. A minha relação com Tati foi crescendo de uma forma única, ela idealizou o meu baile de 15 anos. Foi um dos dias mais felizes da minha vida. Depois que sai do abrigo, perdemos o contato e mais uma vez a vida me deu outra surpresa. Nos reencontrarmos através das redes sociais e foi no momento em que eu tinha passado no vestibular. Imediatamente ela mandou uma mensagem linda para mim, e uma das partes do texto tinha a seguinte frase: “Dri, quero te ajudar com uma quantia para você cursar a faculdade”.

Quando li a mensagem fiquei muito feliz, então prometi a mim mesma que não iria decepcioná-la”.

Tatiana Mandelli

Para Tatiana, estender a mão a Adriana teve um quê de reparação social. Ao retomarem contato, soube que a amiga – apesar de negra, órfã e de ter vivido em um abrigo – não entraria na UFBA, pelo sistema de cotas. Isso, pelo fato de ter cursado um supletivo gratuito em colégio particular. Tatiana tomou, então, para si a missão de patrocinar a graduação de Adriana, que acaba de se formar. Tatiana comemora o sucesso da “afilhada” e a injeção de otimismo que recebe, todos os dias, ao ver que deu certo: “Adriana me faz ter fé na vida e nas pessoas”, comemora, orgulhosa.

Não por acaso, portanto, “Drica Quintilhiano” deve brilhar na campanha Tidelli Summer Holidays, que acontece no dia 13 de dezembro, na loja da marca, no Caminho das Árvores. No evento da Tidelli, ela vai desfilar para as Paradoxus, Trudys e R Do Sol. Paralelamente à carrreira de modelo, prepara o lançamento da marca QuintiDecor, com produtos de decoração inspirados na cultura popular brasileira.

Atualmente, Drica também ministra palestras desenvolvidas com o auxílio do desembargador Salomão Resendá, nas quais conta sua história de vida para estudantes de escolas e universidades.

Carão da semana
O carão foi nesta quinta-feira (6), no quintal, tomando uma surra do ciclone extratropical.

(Foto: Acervo Pessoal)

 

Comente com seu Facebook

Mais em Artigo