Esportes

Após chances no Santos, Yuri analisa 2018: ‘Ritmo de jogo pegou para mim’

By

on


Lance

Apesar de ser volante no Santos, Yuri ganhou chances no final da temporada com o técnico Cuca improvisado na zaga, mas não aproveitou. De acordo com o jogador, a sua maior dificuldade foi o ritmo de jogo, e ele não quer usar isso como desculpa.
Yuri atuou contra a Chapecoense, Flamengo (titular) e Sport, ao substituir Guilherme Nunes. Foram três derrotas.
– Claro que eu, fazendo uma análise minha, tenho muito a melhorar e vou melhorar. Muito difícil falar nisso (o que não encaixou). Ritmo de jogo, que foi o que mais pegou pra mim, mas não é desculpa. É se preparar melhor para que tenha um ano melhor – disse.
– Gostam de me empurrar pra zaga viu. Estou acostumado tanto de zagueiro quanto de volante. Deixei claro desde o começo que pra mim não tinha diferença. Onde me colocarem vou tentar ajudar e dar o meu melhor pelo Santos – emendou.

Com a saída de Cuca, os suplentes passam a ter chances de agarrar a titularidade com o futuro comandante. A diretoria do Santos prioriza Abel Braga, mas com a concorrência com o Flamengo, deve ter que partir para Zé Ricardo e Roger Machado, suas outras duas opções.

Artigo Original

Comente com seu Facebook