INFELIZMENTE, após AVC, ator Milton Gonçalves, aos 88 anos, enfrenta sequelas

Quase dois anos após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral), Milton Gonçalves ainda convive com sequelas: além de ter a fala comprometida, ele usa uma cadeira de rodas para se locomover. O ator de 88 anos tem feito tratamentos como fisioterapia e fonoaudiologia para ajudar na recuperação.

Enquanto esteve no hospital, o artista precisou fazer traqueostomia –procedimento na traqueia que ajuda na ventilação e respiração do paciente. Por conta disso, suas cordas vocais foram diretamente afetadas. “[A voz dele] está bem baixinha”, contou Catarina Gonçalves, filha dele, em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

“Agora ele está bem, em casa, tranquilo. É uma recuperação chatinha por causa da idade. Ele não tem andado, só na cadeira de rodas, porque também ficou com sequela na perna esquerda. Mas a gente passeia bastante com ele de carro, leva para ver a praia”, detalhou a familiar.

O AVC aconteceu em fevereiro de 2020, um mês antes de ser decretada a pandemia de Covid-19. Ele participava de um evento da escola de samba Salgueiro, no Rio de Janeiro, quando teve um mal-estar.

“Veio muito sem aviso. Meu pai não pegava nem gripe. Foi bem grave. Ele é forte. Se fosse outro, teria embarcado. No segundo ou terceiro dia de CTI, botamos música e ele já estava acompanhando com a mão, mesmo intubado”, completou Catarina.

Em 2019, Gonçalves estrelou o especial Juntos a Magia Acontece. Ele não retornou para as gravações da segunda parte, que foi ao ar em dezembro de 2021. Seu último papel de destaque na televisão foi na novela O Tempo Não Para (2018). Depois, o ator fez participações nas séries Se Eu Fechar os Olhos Agora (2018) e Filhas de Eva (2021).

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0