dentro

Vovó presa por tráfico de drogas morre em cela infestada por ratos

Uma avó britânica presa por tráfico de drogas após denúncia de contrabando de cocaína com o marido em um navio de cruzeiro morreu de câncer de mama, agonizando em uma cela minúscula infestada de ratos, em Portugal. Susan Clarke, de 72 anos, cumpria pena de oito anos.

O casal estava em uma viagem do Caribe até Lisboa, quando a polícia recebeu uma denúncia e encontrou 20 libras (cerca de 9 kg) de cocaína no forro de quatro malas dos idosos. Eles alegaram que foram enganados por criminosos para carregar as bagagens, mas ambos foram presos por oito anos em setembro de 2019.

No julgamento, promotores acusaram os idosos de serem mulas traficantes de cocaína com destino ao Reino Unido, que usaram quatro cruzeiros em dois anos como fachada para seus crimes.

Susan foi trancada em uma prisão infestada de ratos com outras três pessoas, incluindo condenados por homicídio. Ela recebeu a última visita do marido, Roger, de 73 anos, dois anos depois de terem sido trancados em celas separadas.


O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings