dentro

Ronaldinho Gaúcho encara a morte diante dos seus olhos com perda provocada pela Cøvid-19

Morreu na noite deste sábado em Porto Alegre Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Dona Miguelina, como era conhecida, tinha 71 anos e estava internada desde dezembro do ano passado após complicações decorrentes de um quadro de Cøvid-19.

A informação foi publicada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo ge com pessoas ligadas ao estafe de Ronaldinho. Sobrinho de Ronaldinho e filho de Assis, Diego Assis também confirmou que a avó “foi descansar”.

Em dezembro passado, Ronaldinho usou os seus perfis nas redes sociais para pedir orações para a mãe. Ela havia sido internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, após contrair coronavírus.

– Queridos amigos, minha mãe está com Cøvid e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe – escreveu o ex-jogador.

O Hospital Mãe de Deus não divulga informações sobre pacientes.

Em nota oficial, o Atlético-MG se solidarizou com Ronaldinho e declarou que o clube está em luto pela morte de Dona Miguelina. O meia foi campeão da Libertadores e é ídolo do Galo.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings