dentro

Guedes diz que não decide sozinho o valor do auxílio emergencial

“Não sou eu [quem decide]. Isso é todo mundo junto”, diz Guedes.

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta segunda-feira (8), que não decide sozinho o valor do auxílio emergencial. 

Guedes ainda defendeu que o benefício seja alinhado com o compromisso com a responsabilidade fiscal.  

Há a expectativa de que o governo Jair Bolsonaro vai sugerir a retomada o pagamento do auxílio emergencial enquanto a pandemia de coronavírus durar. 

Ao ser questionado se já havia definido qual será o valor do benefício, Guedes declarou: 

“Não sou eu [quem decide]. Isso é todo mundo junto. Isso é uma coisa mais difícil.” 

O ministro acrescentou: 

“Nós estamos conversando, tem que ter o compromisso com a responsabilidade fiscal.” 

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings