População sem-teto na Alemanha ganha cápsulas com isolamento térmico nas ruas

O inverno na cidade de Ulm (Alemanha) costuma ser bastante rigoroso, deixando ainda mais vulnerável a população sem-teto. Porém, em plena pandemia, a situação melhorou consideravelmente. Nos últimos dois anos, a prefeitura autorizou a disseminação de modernas cabines pela cidade para que elas sejam ocupadas por moradores de rua. Feita de aço e madeira, cada cápsula, batizada de Ulmer Nest (Ninho de Ulm), é à prova d’água e de vento, é alimentada por energia solar e conta até com conexão à internet, contou o “EuroWeekly News”. Não há câmera no interior, a privacidade é garantida.Neste ano, houve um importante “upgrade” tecnológico, e os casulos instalados nas ruas e nos parques ganharam um moderno isolamento térmico, o que garante mais conforto aos ocupantes. As unidades têm comunicação direta com a ONG que está à frente do projeto social, para que elas possam ser higienizadas quando necessário ou consertadas caso haja alguma avaria.Cada Ulmer Nest é grande o suficiente para duas pessoas. O ar fresco circula constantemente graças ao seu design futurista.“Com os Ulmer Nests, esperamos oferecer um pouco de segurança e proteção para aqueles mais necessitados em Ulm”, afirmou a ONG.Espera-se que a ideia inovadora seja implementada em outras partes da Alemanha, bem como em toda a Europa. A Alemanha possui uma população de desabrigados de mais de 650 mil.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0