Globo interrompe programação e anuncia notícia trágica: ‘Ele morreu’ – F7 Notícias
Connect with us

Brasil

Globo interrompe programação e anuncia notícia trágica: ‘Ele morreu’

Published

on

Ex-secretário geral da Presidência, Gustavo Bebianno morreu na manhã de hoje em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. Ele tinha 56 anos de idade e sofreu um infarto fulminante.

Ao UOL, o presidente do diretório do PSDB do Rio de Janeiro, Paulo Marinho, disse que ele passou mal por volta das 4h de hoje. “Infelizmente, é verdade. Passou mal, foi levado ao hospital, tentaram reanimá-lo, mas não resistiu”, afirmou por telefone.

Bebianno estava em um sítio com seu filho quando se sentiu mal. Ao ir ao banheiro tomar um remédio, desmaiou. Ele foi levado para um hospital da cidade, onde morreu. O velório e o enterro acontecerão em Teresópolis (o local e os horários ainda não foram informados).

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Marinho disse que Bebianno “morreu de tristeza por tudo que passou” nos últimos meses. De aliado a desafeto de Jair Bolsonaro, Bebianno foi o pivô da primeira crise política do governo. Atualmente no PSDB tinha planos de se candidatar à Prefeitura do Rio nas eleições desse ano.

Nas redes sociais, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), recentemente um dos principais aliados de Bebianno, lamentou a morte do colega de partido.

Ascensão política

Advogado de formação, Gustavo Bebianno Rocha nasceu no Rio de Janeiro em 18 de janeiro de 1964. Em 2017, ele foi apresentado ao então deputado federal Jair Bolsonaro, oferecendo-se para defendê-lo gratuitamente em diversas causas. Em pouco tempo, os dois estabeleceram uma relação de confiança.

Bebianno se filiou ao PSL —partido de Bolsonaro entre janeiro de 2018 e novembro de 2019— em março de 2018, mas deixou a sigla poucos meses depois, em outubro, após o segundo turno da eleição presidencial. Neste período, chegou a presidir o partido.

Durante esse período, teve atuação importante durante todo o período envolvendo o atentado a faca sofrido por Bolsonaro em Juiz de Fora (MG) durante a campanha presidencial. O advogado acompanhou o presidenciável durante na viagem à cidade mineira, e esteve a seu lado inclusive durante a cirurgia para tratar o ferimento.

Advertisement

Tendendo

Copyright © 2020 F7 Notícias.